Mês da Independência do Brasil - FRETE GRÁTIS para todo Brasil no combo Plante uma árvore.
Sacola
R$0,00
Blog Vida na Floresta

A Castanha do Brasil, conhecida também como Castanha do Pará, ajuda mesmo na imunidade? Entenda como:

Mantermos uma boa alimentação e ter hábitos saudáveis, como dormir bem e praticar atividade física nos auxiliam no aumento de nossas defesas, consequentemente estaremos “mais protegidos”. “O sistema imune tem que estar fortalecido para combater doenças e também nos auxilia no controle do coronavírus impedindo a evolução da infecção para formas mais graves da doença e diminuir a letalidade do vírus”, completa Ingvar Ludwig, infectologista da BP – Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Mas como a castanha do brasil, pode nos auxiliar em nossa imunidade?

Os principais nutrientes que auxiliam na saúde do sistema imunológico são:
Vitamina C, Vitamina D, Vitamina E
, Ácido fólico, Carotenoides, Zinco, Selênio.

Todos os nutrientes estão presentes na super food Castanha do Brasil.

Vitamina C não é produzida pelo organismo, portanto deve ser ingerida através da alimentação. Esse nutriente é um potente antioxidante que regenera os tecidos. É também um ótimo protetor contra as doenças, em especial as virais, atuando na manutenção dos linfócitos que são responsáveis pela imunidade viral, por atuarem na regeneração celular e na manutenção de pele e mucosas.

Previne gripes e resfriados por estimular a ação de anticorpos e das células de defesa. Além disso, o consumo da vitamina diminui as chances de infecções pulmonares e aliviam os sintomas de influenza com mais rapidez. Pode ser encontrada na castanha do Brasil em pouca quantia (0,7 mg em 100 gr) porem em frutas como limão, tangerina, laranja tem valores muito maiores.

Carotenóides são compostos responsáveis pela pigmentação amarela, laranja e vermelha dos alimentos. Ele tem ação anti-inflamatória, o que fortalece o sistema imunológico. Porém, assim como a vitamina C, os carotenóides devem ser adquiridos pela alimentação. “É possível saber que um alimento possui carotenóides até mesmo visualmente, por conta da coloração, na Castanha do brasil encontramos em seu óleo, Sendo assim, é preciso incluir vegetais e frutos amarelos, alaranjados, vermelhos e verdes escuros, tais como: damasco, manga, cenoura, abóbora, tomate, frutas vermelhas, brócolis e couve”, recomenda a nutricionista Mônica Symphoroso

Vitamina E previne envelhecimento das células e consequentemente, retardar os danos dos radicais livres, a vitamina E estimula o sistema imune. Além disso, a substância também tem ação anti-inflamatória, impede a agregação plaquetária e potencializa a atuação dos leucócitos (ou glóbulos brancos, que são as células responsáveis por defender o organismo contra infecções, doenças, alergias e resfriados, sendo parte da imunidade de cada pessoa). Em caso de deficiência da vitamina, o organismo fica mais suscetível para contrair infecções. Para incluir a vitamina E na alimentação podemos investir em castanha do Brasil, gérmen de trigo, azeite de oliva, abacate, amêndoas, nozes, gema de ovo e grãos.

Ácido fólico tem uma responsabilidade bem específica o de produzir e restaurar o DNA, que impacta na proteção da imunidade. Sendo assim, os linfócitos são os mais prejudicados quando os níveis de ácido fólico estão baixos. A deficiência de folato diminui a resposta dos glóbulos brancos contra agentes estranhos no corpo e afeta a produção de anticorpos. Isso pode levar ao agravamento de doenças. Para adicionar o ácido fólico na dieta, recomenda-se o consumo alimentos como vegetais verde escuros (agrião, couve e brócolis) leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico e ervilha) e a castanha do brasil.

O zinco é um nutriente mineral encontrado em todo o nosso corpo que tem um papel importante no sistema imunológico. Junto com o manganês, ele diminui a incidência de infecção. No entanto, ele não é armazenado pelo corpo, por isso é preciso manter os níveis adequados através da alimentação. Ele pode ser encontrado na castanha do brasil, em frutos do mar como ostras, caranguejo e lagosta, carnes vermelhas e aves, grãos como lentilha e feijão, sementes, leite e derivados.

O selênio é um ótimo antioxidante que também fortalece o sistema imune. Ele é encontrado em grande quantidade na castanha-do-Brasil. Porém, se ingerida em grande quantidade pode ser tóxica.

Fontes: Caria da Silva Silveira, nutricionista M. Sc. Engenharia e Ciência de Alimentos UFP; Ludwig, infectologista da BP – Beneficência Portuguesa de São Paulo; Edson Credidio; médico nutrólogo, clínico geral e professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas); Sérgio Marchini, nutrólogo e professor titular do Departamento de Clínica Médica de Nutrologia, da FMRP-USP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo); Semíramis Martins Álvares Domene, professora associada Livre-Docente do curso de nutrição da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo); Mônica Symphoroso, nutricionista do O Equilíbrio Total Nutri; Marina Fontana, nutricionista, mestre em Ciências da Nutrição pela Unicamp Edvânia Soares, nutricionista da Estima Nutrição; Ana Luísa Vilela, nutróloga da Clínica Slim Form.

Deixe seu recado

Select the fields to be shown. Others will be hidden. Drag and drop to rearrange the order.
  • Image
  • SKU
  • Rating
  • Price
  • Stock
  • Availability
  • Add to cart
  • Description
  • Content
  • Weight
  • Dimensions
  • Additional information
  • Attributes
  • Custom attributes
  • Custom fields
Compare
Wishlist 0
Open wishlist page Continue shopping